Transparência | Rigor | Isenção | Verdades Bíblicas
  

A Conversa que Deus quer ter com você!

Eu te amo

Pelos fundos do oceanos,
No profundo do abismo,
Entre as águas da vida,
Apanhei as tuas lágrimas.

Eu te amo!

Embora que o mundo te lavou,
O planeta te rejeitou,
E o Universo esqueceu,
Nos meus mil e um pensamentos
Te encontrei .

Teu jeito de falar...
Mostrar um nível até
Ou se quer dizer que tens Fé,
Me obrigou a te procurar.

Por mil e um pensamentos te vi,
Assentado no infinito,
Desamparado... e morto com vida
Nunca te esqueci.


Meu jeito de pensar é mui diferente,
Teu jeito de agir é esquisito...
Mas fica sabendo que eu compreendo
Porque és mui especial.


Dentro dos teus profundos stress,
Inventei mil e uma solução,
Porque teu débil Coração,
É muito pequeno para os suportar.


Não penses no impossível ...
Ou todo o seu semelhante,
Pois eu ouço tudo no vazio,
E percebo tudo no invisível,
Porque Eu te AMO.


Por dia estabeleci 24 horas,
Mas eu te peço que me dês uma hora,
Para eu falar contigo cara a cara,
Mas isso nunca me deste...


Só para você eu sou longânimo
Benigno... Tudo.
Mesmo assim não me dás Graças
Preferes dizer «ainda bem» para outros...


Porquê que és duro?
Nunca formei alguém assim,
Mas me achas de culpado do teu comportamento...
Achas que sou isento ainda para você?


Preciso falar só para você
As minhas Preocupações
Os meus Desejos...
Tudo que você não pode imaginar


Por vezes julgaste e mataste os outros
Sem necessidade, e mais...
Mas eu te perdoei
Tempo todo... te espero


Até quando converterás a MIM
De verdade e não falsidade?
Não quero que me fales a resposta
Mas que me a mostres
Em todo o sentido da tua vida.


Muitos morreram e perderam a Salvação
Porque não me deram as suas vidas para
Que eu governe e retire todos os males
que o pecado gravou nas suas vidas.


Achas que ainda Sou culpado
Mas ao Pai da Mentira e à raiz de amargura
Não culpaste...
Todavia te AMO ainda
E de segundo à segundo te chamo:
«FILHO, SERVO, CRIATURA EU TE AMO
TE CHAMO, TE QUERO... fala comigo...»
E nem sequer me dás ouvido!


Que te fiz? Que mal te aprontei?
Por favor, te imploro: “vem a Mim!”
Muitos respeitam aos outros (que são criaturas minhas)
Mas à mim não lembram...
Mas eu preciso de você.
Você é mui especial para mim.


Eu nunca quis abandonar alguém
Mas se quem quiser amar o pecado
Eu afasto, lembra-te de mim
Antes que te surpreende o fim...
Lembra-te: eu insistomas não obrigo a ninguém de me seguir!

Se deseja ver a sua poesia publicada aqui, favor entre em contacto connosco.

1
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pesquisar
Visitantes Online

Nº de utilizador(es):
22 online

Publicidade

Anuncie aqui


Quer levar o seu negócio a um público, como o nosso?, então fale connosco e conheças os valores incríveis que fazemos por você ou pela sua empresa.

Fale connosco