Transparências | Rigor | Isenção | Verdades Bíblicas

Escola Bíblica dos Obreiros – 2ª Edição em São Tomé e Príncipe – Igreja Evangélica Assembleia de Deus

Spread the love

Escola Bíblica dos Obreiros – 2ª Edição em São Tomé e Príncipe


Em sinal de cooperação, interactividade e desenvolvimento realizou-se na Igreja Ev. Assembleia de Deus, a escola Bíblica dos Obreiros 2018, sob o tema geral “a igreja modelo”. Este evento que contou com centenas de participantes, foi além das expectativas e demonstrou valores e satisfação entre as Assembleias de Deus, de Angola e de São Tomé e Príncipe.

Na voz do líder local, o Reverendo Cândido Jordão, o evento teve uma participação “a mais e é uma bênção”. Para sublinhar o seu entusiasmo, a obreira Cléria Guedes falou-nos que “é de louvar tudo o que decorreu essa semana e muitas vidas foram libertas”. Por sua vez, o Rev. Francisco Sebastião, de Angola, percebeu que a “participação exponencial é qualitativa, quantitativa e sem explicação”.

Mas afinal, como é ou o que é uma igreja modelo?

Para o desenvolvimento deste tema, ressaltou o Reverendo Francisco Sebastião e a sua equipa 6 pilares bíblicos. Dentre eles, frisou que a palavra “é um pilar que deve ser a sustentação de qualquer igreja”, visto que “o foco da igreja não é cantar, dançar, ou outras atividades como se vê hoje em dia, mas sim no ensino” – destacou a C. Guedes. Como disse o diácono José Alberto, de Portugal, que visitava o país, “o conhecimento é a sabedoria de todo o ser humano. Qualquer ser que aprende e desenvolve, torna um ser importante porque o conhecimento é a base da vida humana”.

No tocante aos efeitos de cooperação destas duas instituições cristãs, reconsiderou o Rev. Jordão, que “a cooperação é boa e vamos continuar com a mesma”, por sua vez, o Rev. Sebastião pontuou que o exercício desta cooperação é “evitar assimetrias sociais, espirituais no corpo de Cristo.” Pois, para ele “o desenvolvimento não pode estar confinado a um lugar, ou apenas, a um só povo, mas abrangente”.

 

Das recomendações, o que se pôde constatar? O que fazer? O que esperar?

Ciente dos conteúdos ministrados, confiante nos efeitos dos assuntos abordados, “os obreiros aproveitaram bem”, numa visão de que “nós seremos realmente modelos, que é ser uma bênção!” – entusiasmou o Rev. Jordão. Assim, a igreja em S.Tomé e Príncipe precisa ser “mais coesa, exercida no amor, na comunhão, mais forte porque fomos chamados para despovoar o inferno e povoar o céu!” – precisou o Rev. Sebastião.

Para a equipa da rádio que foi convidada a participar, o evento foi marcado com diversas actividades e muita alegria, e com uma lotação acima da média.

 

Ouça aqui esta notícia !

Assista aqui as actividades decorridas!

 

 

Texto: João Batista

Imagens: Rádio Gospel FM STP

Locução: Jéssica Castro

11/07/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

RADIO ONLINE STP
Usuários Online
2 Users Online
NOSSO APLICATIVO
PARCEIROS GOSPEL